32 C
Brasil
domingo, maio 26, 2024

Estudo do hábito de compra: como utilizá-lo para a fidelização de clientes

- Advertisement -spot_img

Você, empreendedor farmacêutico, ainda acredita que, após a compra, não possui mais relação com o cliente? Manoel Conde Neto, empreendedor e fundador da Farma Conde, acredita que esse é um erro muito comum ainda cometido por farmácias que não se atentam corretamente sobre a importância da fidelização dos clientes.

 

Apesar de esse ser um dos desafios mais complexos do mercado farmacêutico, a fidelização dos clientes ainda é um grande gerador de sucesso para a loja. Por isso, existem diferentes métodos e fatores que podem ser aplicados na rotina da farmácia com o intuito de atender ou, até mesmo, superar as expectativas do cliente e, a partir disso, prospectar os consumidores.

 

Uma das maneiras eficazes de fidelizar clientes é por meio do alinhamento entre bons preços e comunicação eficiente. Na visão do empresário Manoel Conde Neto, o aspecto de comunicação começa desde o período de entrada do consumidor na loja, jornada de compra, até o momento pós-venda, período em que a relação com o cliente deve ser mantida e fortificada. 

 

O período de pós-venda 

 

Na concepção do empresário Manoel Conde Neto, a comunicação com o consumidor durante o pós-venda é fundamental para aumentar as chances de retorno. Isso porque, somente entregar o produto solicitado pelo consumidor não é mais suficiente para garantir sua fidelização. Atualmente, o perfil do cliente espera que as diferentes lojas tratem sua experiência de compra com atenção. 

 

Ou seja, é preciso conhecer esse cliente, entender seu perfil, sua frequência na loja, atender às suas necessidades e se atentar às suas preferências. Isto é, a farmácia precisa entregar mais do que somente um produto, deve gerar valor durante essa experiência de compra, e, para saber como fazer isso da maneira correta, é essencial estudar o hábito de compra do consumidor.

 

Estudo do hábito de compra 

 

O estudo do hábito de compra nada mais é do que uma análise da frequência do cliente alinhada à compra de produtos e/ou medicamentos.  A partir disso, a farmácia segue os conceitos de frequência e recência, isto é, a última vez em que o cliente veio a loja e realizou uma compra para entrar em contato com o mesmo, por meio de e-mail ou mensagem. 

 

Na ótica do empresário Manoel Conde Neto, essa é uma maneira de alertar o cliente sobre os medicamentos e produtos que sempre procura, com intuito de humanizar o atendimento da loja e transmitir a mensagem de preocupação. Dessa forma, o estabelecimento que, de início, parecia apenas ser o vendedor do produto, ganha valor para o cliente, o que fará com que este opte pela sua loja.

 

O empresário Manoel Conde Neto considera essa estratégia muito eficaz para, a partir dela, personalizar o serviço e entregar além do que o cliente espera. Alinhar as estratégias de venda de acordo com o hábito de compra do consumidor é uma maneira de destacar-se no mercado ao fornecer um diferencial que, na prática, é simples, mas que colhe bons resultados para a farmácia.

Todas Notícias
- Advertisement -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here